ConcursosNacionais

Depen lança concurso público com 309 vagas e salários de até R$ 6 mil

O Departamento Penitenciário Nacional (Depen) vai abrir concurso público para preencher 309 vagas em cargos de níveis médio e superior. A remuneração pode chegar a R$ 6 mil.

De acordo com o edital, 294 oportunidades são para o cargo de agente de execução penal, que exige o ensino médio e carteira de habilitação a partir da categoria “B”.Há ainda 15 chances para especialista federal em assistência à execução Penal, de nível superior, em diversas áreas de formação. As oportunidades são destinadas para as áreas de enfermagem (9), médico clínico (1), médico psiquiatra (1), odontologia (1), psicologia (1), serviço social (1) e terapia ocupacional (1).

A remuneração para os agentes é de R$ 6.030, 23,incluindo gratificação de desempenho e auxílio-alimentação de R$ 458. Já para os especialistas, o salário inicial é de R$ 5.865,70..A lotação dos aprovados será na sede do Depen em Brasília e nos cinco presídios federais do órgão, nas cidades de Brasília (DF), Campo Grande (MS), Catanduvas (PR), Mossoró (RN) e Porto Velho (RO).

É bom lembrar que o edital do concurso da Depen foi liberado apenas um dia após a publicação da medida provisória do governo que impede o aumento de gastos públicosAs inscrições poderão ser feitas das 10 horas do dia 15 de maio até as 18 horas de 5 de junho, no endereço eletrônico www.cebraspe.org.br.

As taxas serão de R$ 120 para o cargo de agente e R$ 130 para especialista. O valor pode ser pago até o dia 30 de junho.

ETAPAS

O concurso do Depen será composto por provas objetivas, provas dissertativas, exame de aptidão física, avaliação de saúde, avaliação psicológica e investigação social.

As provas objetivas e dissertativa estão marcadas para ocorrer em 6 de setembro, com duração de 4h30, no período da manhã para os especialistas e à tarde para os agentes.Os candidatos terão que responder 120 questões. Para os agentes serão 30 de conhecimentos básicos, 50 de conhecimentos específicos e 40 de conhecimentos complementares, além de dissertação de até 30 linhas.

Para os especialistas serão 40 de conhecimentos básicos, 50 de conhecimentos específicos e 40 de conhecimentos complementares, além de dissertação de até 30 linhas.